REVIEW DAS CORT CR LES PAUL COM SONS

By Beto Laureano - 13:35

.: Review das Cort CR Les Paul agora com sons :.

Em minha busca pessoal de bons instrumentos para vendas aqui na loja, particularmente de Les Pauls, fui à São Paulo em Março de 2011 para rever meus amigos da Equipo e ver de perto essas Les Paul, que vieram para preencher uma grande lacuna. Fechamos nessa ocasião uma estreita parceria para distribuição nacional da marca Cort .

Vamos ao Review Geral.
Guitarra superior às concorrentes da faixa de preço e até de guitarras com custo bem mais alto!
Captadores:
Mistério... Mistério... os caps , acredito que esse seja o grande segredo dessas guitarras. Normalmente a Cort usa caps de outras empresas, Seymour ou EMG HZ , esse último muito usado nas guitarras da Cort dessa faixa de preço e agora eles me aparecem com esses captadores:

Informações extraídas do catalogo oficial 2011, que não constam no site:

ClassicRocker – II Pickups: Using selected Alnico II & 0.06” custom gauge coils, its Hot, fat and vintage sound are the words that you will use to describe the ClassicRocker- II pickups, These PAF inspired pickups capture the essence of vintage.
Tradução sem revisão!
Tradução: ClassicRocker – II, Usando selecionados Alnico II e bobinas com calibre costumizado 0,06”, o som é quente, gordo e vintage essas são as palavras que você irá usar para descrever os pickups ClassicRocher-II, Esses captadores inspirados nos PAF capturam a essência do vintage.

Modelos e características:

Cort CR 280


CONFIRA ABAIXO SAMPLES DE ÁUDIO GRAVADOS NA BARRAMUSIC:

Clean Chords


Levada Clean


Levada Hard Rock


Gravado pelo Prof. Fernando de Sá, no Line 6 Tone Port.
A reprodução está sujeita ao equipamento do usuário.

Corpyright Barramusic 2011 - Todos os direitos reservados


CONFIRA ABAIXO SAMPLES DE ÁUDIO GRAVADOS NA BARRAMUSIC:

Clean Chords


Levada Clean


Levada Hard Rock


Gravado pelo Prof. Fernando de Sá, no Line 6 Tone Port.
A reprodução está sujeita ao equipamento do usuário.

Corpyright Barramusic 2011 - Todos os direitos reservados

Temos apenas que esclarecer que esse angulo privilegia o maple top.

CR 200


Em breve teremos novas cores
Sons gravados na Barramusic pelo cordenador da Barramusic Prof. Fernando de Sá, em um amp Farm da line 6 empresa que dá suporte total ao blog



Tampo e corpo em maple com pintura solida.





O modelo top da linha Cr , les Paul , com tampo em maple traz uma sonoridade com bastante brilho e diferenciada, uma folha de maple bastante figurada faz o acabamento do Tampo, como na maioria das guitarras dessa faixa de preço chama-se “veneer top”. A diferença é que embaixo desse “venner” tem um tampo de maple, no momento em que as fotos foram tiradas em São Paulo tiramos o captador e pude ver pessoalmente o belo tampo em maple!


CR 250



A diferença bentre a CR 280 e CR 250 é o tampo que é de mogno e apenas o acabemento é de maple.

Em um teste, feito por mim e pelo o Prof. Fernando de Sá, nosso coordenador, ficamos uma manhã inteira trabalhando chegamos s seguinte conclusão, simples e direta:


"Produto segue a tradição da marca, o melhor custo beneficio do mundo."


O teste foi feito com 2 amplificadores Marshall de 15 watts, da linha MG, trazendo assim uma situação realmente verdadeira, pois os usuários Brasileiros usam mais amplificadores transistorizados do que valvulados. O teste foi feito de forma mais real possível com as guitarras de outras marcas ligadas ao mesmo tempo. Ao lançarmos um produto procuramos ser bastante criteriosos, pois, ao longo dos anos eu e a Barramusic construímos uma reputação baseada sempre nos fatos verídicos que publicamos na internet. Não podemos errar para não jogar anos de trabalho “fora”.

  • Compartilhe:

Você pode curtir também

13 comentários

  1. Você considera essa série CR-280 melhor que as Epiphones LP's ??

    ResponderExcluir
  2. E se fosse fazer um upgrade nos captadores... vc me indicaria qual para esse modelo CR-280?

    ResponderExcluir
  3. Uma informação ficou um tanto obscura pra mim!!!
    Qual modelo tem o tampo em mogno e acabamento em maple?
    Fiz uma pequena confusão e gostaria que me esclarecesse!
    Obrigado e parabéns pelo tópico!!!

    ResponderExcluir
  4. As Corts da série TS são as mesmas dessas aí? Ouvi dizer que só mudaram o nome pra CR.

    ResponderExcluir
  5. Eu também não entendi, afinal, qual tem o tampo em mogno e acabamento em maple??
    E qual que é melhor custo beneficio?? A 250 ou 280, ou as duas??

    ResponderExcluir
  6. Tem essa nova edição limitado com seymours duncan jb e 59.Ótima guitarra provavelmente minha próxima guitarra.parabéns pela parceria a cort tem ótimas guitarras que estão em um bom nível.

    ResponderExcluir
  7. Olá gente, infelizmente só vimos os comentários de vcs recentemente mas mesmo beeem atrasado vamos responder mesmo assim. Vou aproveitar para tentar responder a todos de uma vez só.

    Marcos Pastor - Comparar as Cort CR com a Epiphone LP Standard é uma comparação justa. Ambas são ótimas e acreditamos que em termos de qualidade são equivalentes, uma vez que as Cort são bem mais baratas acabam valendo mais a pena. Quanto a upgrade de captadores já é uma coisa que depende da sua preferência mas acredito que não tenha como errar com um par de Seymour Duncans ou caso goste, EMG.

    4 de Copas - Vamos lá, a Cort CR 200 tem o corpo em Mogno com pintura sólida. A Cort CR 250 tem o corpo em mogno com veener (acabamento) em flamed maple. A Cort CR 280 tem o corpo em mogno, tampo em maple e mais o veener (acabamento) em flamed maple.

    Max Aug - Sim, a informação está correta as Cort TS mudaram de nome para linha Cort CR.

    Gabriella - Como respondi ao 4 de copas nenhuma delas tem o tampo em mogno, o que é em mogno em todas elas é o corpo, o que muda é a questão da colocação ou não do tampo em maple e/ou o veener em flamed maple. tanto a 250 quanto a 280 tem excelente custo/benefício. Espero ter respondido sua dúvida.

    Edu - Sim, o modelo CR 280 Sp com captadores Seymour Duncan é uma guitarra excelente. Uma informação bacana é que a Cort lançou esta edição limitada CR 280 SP para verificar a aceitação do mercado pois eles pretendem pegar este modelo e mudar o nome para CR Custom adicionando esta opção de uma Les Paul com captadores Seymour Duncan na linha CR.

    Bom, acho que respondi à todos, alguns com muuuuiiito atraso, vamos a partir de agora estar mais atento para respondermos os comentários de forma mais ágil.
    Muito obrigado por visitarem o blog !!

    ResponderExcluir
  8. ae só uma curiosidade ela é de mogno ligitimo ou de nato?

    ResponderExcluir
  9. Olá. É uma boa trocar os captadores da cr280 por captadores e tones gibson 57? Grato

    ResponderExcluir
  10. Pelo que eu vi, a CR280 não tem o escudo. Ele pode ser instalado? Acho que fica legal e ainda protege a parte inferior da guitarra.

    ResponderExcluir
  11. Eae! E as tarraxas seguram a afinação por um tempo prolongado? Há alguma diferença entre o timbre da 250 e a 280?

    ResponderExcluir
  12. Gostaria de saber também qual diferença, se existe do timbre das cr250 para as 280?

    ResponderExcluir
  13. Legal. Vou comprar uma Cort CR 200 daqui algum tempo. É a melhor guitarra por um preço bom que encontrei.

    ResponderExcluir