ENCHENTE NASHVILLE

By Beto Laureano - 07:09

Como falamos no último post, hoje nós vamos trazer a estória por trás do novo lançamento da Gibson. A guitarra Gibson Anniversary Flood Les Paul Studio foi originada a partir de uma tragédia. A enchente  ocorrida na cidade de Nashville no Estado Americano do Tennesse em Maio de 2010 deixou cerca de 30 mortos e milhares de desabrigados. Por conta das fortes chuvas o rio Cumberland que corta a cidade transbordou invadindo casas, fábricas e shoppings afetando a vida de milhares de pessoas.

Como citado no post anterior a Gibson, fábrica das nossas queridas Les Paul foi afetada em cheio pela enchente e milhares de guitarras tanto novas quanto algumas preciosidades do acervo da fábrica foram completamente destruídas.

Abaixo mostramos algumas fotos desta terrível tragédia.
                   Centro da cidade de Nashville tomado pelas águas
Estacionamento do Hard Rock Café que também foi bastante atingido e perdeu parte de seu acervo de guitarras. Na foto vemos uma pequena parte do estacionamento que ainda não tinha sido atingida.



Imagem do famoso Shopping Opry Mills, completamente inundado. Neste shopping se localizava o “Gibson Showcase”, onde além de ser um maravilhoso showroom de guitarras funcionava também a divisão de banjos e bandolins da fábrica da Gibson. Muitas das lojas do shopping não tinham seguro e até hoje não conseguiram se recuperar da tragédia. Hoje um ano depois da tragédia o shopping ainda não foi reaberto e não tem previsão de quando funcionará novamente.

Abaixo algumas fotos de como era este incrível showroom da Gibson.
 


O Show case da Gibson funcionava também como um espaço de apresentação e tinha uma grande importância para a cena musical local na cidade que é conhecida como a “cidade da música”.
 

Estacionamento da fábrica da Gibson que foi castigada pela enchente. A fábrica fica muito próxima do rio Cumberland e foi atingida em cheio pela enchente.



Entrada da fábrica da Gibson completamente embaixo d’agua. Reparem no logotipo da Gibson na parede no lado esquerdo.


Foto do Professor Beto Laureano na entrada da fábrica da Gibson apenas 6 meses após a tragédia. Reparem que é o mesmo lugar da foto acima.



Cenas de destruição no interior da fábrica da Gibson em Nashville.

Uma triste cena de guitarras destruídas, podemos perceber aí 04 Les Pauls, 01 SG e 01 Gisbon Explorer.


Algumas cenas da limpeza e reestruturação da fábrica após a passagem das águas. E uma pilha de cases e bags inutilizados.

A reconstrução da fábrica da Gibson exigiu esforço de toda a equipe e só foi possível colocar a fábrica novamente em operação graças ao seguro e a incrível força de vontade de todos os envolvidos. Em outubro de 2010 (5 meses após a tragédia) a Gibson bateu recorde de produção com 585 guitarras produzidas em um único dia.


Foto tirada pelo Professor Beto da fábrica já “reestruturada” fabricando as melhores guitarras do mundo


Profesor Beto visitando a fábrica e conhecendo o processo de fabricação das famosas Les Paul

A Gibson conseguiu reestrururar a sua fábrica mas as marcas da enchente vão continuar muito presentes para aqueles que vivenciaram esta fúria da natureza. Tão presente que um dos detalhes mais interessantes da nova Gibson Studio Anniversary Flood foi criado a partir da tragédia. A pintura !!

Após a limpeza da fábrica os técnicos da Gibson descobriram que as águas haviam misturado todas as tintas usadas no acabamento das guitarras e deixado de “presente” algumas obras de arte no chão da fábrica.



Foi estudando as pinturas deixadas pela enchente no chão da fábrica que os técnicos da Gibson desenvolveram os novos acabamentos das guitarras GIBSON ANNIVERSARY FLOOD LES PAUL STUDIO que comemora um ano da enchente que se completa em Maio deste ano. E a novíssima Firebird-X.

Anniversary Flood Les Paul Studio


Firebird - X
tão pessoal espero que vocês tenham gostado dessa aula da história recente das Les Paul e da Gibson. Não deixem de conferir as novidades de guitarra no site da barramusic: www.barramusic.com.br

  • Compartilhe:

Você pode curtir também

2 comentários