Captadores Ativos (em edição)

By Leonardo Bizzo - 06:46

Captadores ativos


O Projeto dos captadores ativos tem o interesse em dar ao usuário um som de maior saída, praticamente sem ruído. Os captadores ativos transportam os graves de forma inigualável! Isso é uma ferramenta essencial para os guitarristas modernos que usam afinações mais graves ou guitarras de 7 , 8 ou até 9 cordas para fazer o chão tremer ( literalmente ) com acordes e bases poderosas. Os captadores utilizam de menos voltas, com isso consequentemente terá um sinal de saída muito fraco,ou seja, com pouco volume.  A solução foi embutir um pré amplificador dentro dos captadores alimentados por uma bateria de 9V; daí o nome captador ativo. O resultado é um som com mais ganho com uma resposta de frequência mais ampla e com pouquíssimos ruídos devido a sua blindagem.


  Canal do Luthier Beto Nalin de Piracicaba, São Paulo.


Agradecemos a gentileza do Luthier Beto Nalin que nos autorizou a utilização do vídeo acima compartilhando conosco seu vasto conhecimento. Em sua pagina ele demonstra inúmeras técnicas relacionadas a música e luthieria. Para mais informações visite os links abaixo.




    Segundo Prof. Beto Laureano, a afirmação de que o captador ativo faz qualquer guitarra soar igual independente da sua qualidade, é falsa, a grande prova disso é a Gibson Zakk Wylde Custom, já vendida aqui na Barramusic, quem testou aquela guitarra sabe que uma boa construção faz a diferença em em qualquer tipo de captadores.


                                                   Canal Oficial da EMG tv  Demonstrando
                                                         seu pickup : ZW Kit 81 / 85


Captadores Ativos EMG
         
   Muitos puristas não gostam do som deles, pois acreditam ser muito "pasteurizado" ou "homogêneo", já que a interação destes com a madeira é menor, pois o som é processado antes mesmo de sair da guitarra. Muito utilizado por músicos de heavy metal devido ao seu grave poderoso. Usuários famosos : Kirk Hammett (Metallica), Steve Lukather (ToTo), Jeff Hanemann (Slayer), Sugizo (Luna Sea).



Kirk Hammett com captadores EMG 60 e 81

                       

 Existem ainda circuitos que podem ser usados para aumentar a potência de captadores passivos. Normalmente chamados de Boost ou circuitos ativos. Estes circuitos podem ir de um simples aumento de ganho, até um complexo equalizador de muitas bandas e frequência. Normalmente se utiliza um circuito de aumento na frequência média, trazendo assim o som de guitarra mais para "frente" numa banda, no momento de um solo, por exemplo.


Leonardo Bizzo demonstrando os captadores ativos no estúdio da barramusic

  • Compartilhe:

Você pode curtir também

0 comentários